Draft 2021: Principais necessidades dos 32 times da NFL

AFC LESTE

Buffalo Bills

Necessidades: CB, DE, DT / Escolhas nas três primeiras rodadas: 30, 61, 93

Os Bills têm um dos elencos mais completos da liga e fizeram uma excelente Free Agency, garantindo o retorno de titulares da linha ofensiva e do linebacker Matt Milano, e reforçando o já excelente corpo de recebedores com Emmanuel Sanders. A prioridade no Draft deve ser a defesa, que não acompanhou a evolução do ataque. Tre’Davious White precisa de ajuda na secundária, e a linha defensiva não foi bem tanto contra a corrida quanto contra o passe.

Miami Dolphins 

Necessidades: OL, RB, WR e OLB / Escolhas nas três primeiras rodadas: 6, 18, 36, 50 e 81

Miami está de olho em novas peças para Tua Tagovailoa e o ataque é o principal foco do Draft. Apesar de trazer Will Fuller na Free Agency, o corpo de recebedores ainda requer um upgrade (Kyle Pitts, Jamar Chase ou Devonta Smith!). A proteção para o QB também precisa melhorar, já que Tua sofreu sob pressão e a linha ofensiva teve uma atuação patética em 2020. Além disso, os Dolphins querem resolver o backfield, que só tem Myles Gaskin como RB confiável. Para tentar alavancar ainda mais o nível defensivo em relação à última temporada, o GM Chris Grier pode achar um novo edge rusher, capaz de promover pressão ao QB.

New England Patriots

Necessidades: QB, CB, LB, OT / Escolhas nas três primeiras rodadas: 15, 46 e 96

New England abriu os cofres e fez uma Free Agency muitíssimo recheada, garantindo titulares a longo prazo para muitas posições. Sem muitas lacunas a preencher, é possível que a franquia suba no Draft para garantir o seu quarterback do futuro. Cornerback é uma posição de alerta, já que os titulares Stephon Gilmore e JC Jackson serão free agents ao fim da temporada. O corpo de linebackers tem muitas opções, mas também é possível pensar em uma reposição para D’onta Hightower. Por fim, um problema na linha ofensiva: Trent Brown e Isaiah Wynn estão sob contrato até 2021 – Wynn ainda pode aceitar (ou não) a opção de 5º ano.

New York Jets

Necessidades: QB, OT, EDGE, CB / Escolhas nas três primeiras rodadas: 2, 23, 34, 66 e 86

Pela segunda vez em quatro anos, os Jets se encontram com a necessidade de selecionar um quarterback no top-3 do Draft. Com Sam Darnold trocado para os Panthers, a segunda escolha geral deste ano está praticamente definida – se não qual jogador, pelo menos a posição. Só que depois de selecionar o novo signal caller do lado verde de Nova York, a franquia ainda terá bastante trabalho pela frente com suas outras nove escolhas. Fortalecer a proteção do QB recém-draftado é uma prioridade, assim como dar uma atenção especial para a defesa. Apesar das aquisições da franquia nesta offseason, algumas posições precisam de mais talento, como o pass rush e o corpo de cornerbacks. Os Jets estão na fase de reconstrução do elenco, e não é como se a franquia, que foi a segunda pior em 2020, precisasse de pouca ajuda.

Autor: Intervalo em 5

Uma nova plataforma esportiva desenvolvida por 5 estudantes de jornalismo na Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo. Outros ângulos do esporte.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s