Transferências da semana – Barcelona aposta o futuro da lateral-direita em Sergiño Dest

Jovem estadunidense estava no Ajax e também tinha proposta do Bayern de Munique

O Ajax continua a fazer dinheiro com suas revelações, e o nome da vez é o lateral-direito Sergiño Dest, de apenas 19 anos. Nascido na holanda e filho de mãe holandesa, o jovem optou por defender a seleção estadunidense, por conta de seu pai. Dest já atuou frequentemente nas seleções de base e fez sua estreia pela equipe principal em um amistoso contra o México em setembro de 2019.

Foi na temporada passada também que o lateral fez sua estreia pelo profissional do Ajax, e um ano foi suficiente para atrair o interesse de gigantes do futebol mundial, como a Juventus, o Bayern de Munique e, claro, o Barcelona, a quem Dest deu preferência. A transferência fica em torno de 20 milhões de euros, com possibilidade de mais 5 milhões em bônus (cerca de R$160 milhões).

Arte: André Martins

O jovem lateral está acostumado a defender mais no campo de ataque do que em sua própria defesa, e tem bons números: 3,35 roubadas de bola por jogo (ajustadas por posse adversária e 14,32 pressões por partida. Mas ele também se destaca no ataque. Dest começou sua carreira atuando como ponta nas categorias de base, é um excelente driblador e tem um controle de bola impressionante. 

Suas características e trajetória relembram a de outro lateral da América do Norte: Alphonso Davies, destaque do Bayern na última temporada. Para uma equipe que demonstrou falta de intensidade com e sem a bola, Sergiño é uma excelente adição.

O comandante da equipe catalã, Ronald Koeman, demonstrou logo de cara não estar satisfeito com as opções que tinha para a lateral-direita. Nelson Semedo foi colocado como um dos principais culpados pelo vexame contra o Bayern e se juntou a diversos compatriotas no Wolves de Nuno Espírito Santo. Sergi Roberto começou as duas primeiras partidas na La Liga como titular (marcando gol contra o Celta) e será o principal concorrente de Sergiño Dest.

Mais uma opção na zaga para Pep Guardiola

Pep Guardiola sofreu com desfalques em seu sistema defensivo na temporada passada, e passou a ser comum vermos Fernandinho e Rodri, volantes, atuando como zagueiros. Para essa temporada, o Manchester City já fechou com o holândes Aké por 41 milhões de libras (aproximadamente R$300 milhões) e agora contrata o zagueiro português Ruben Dias do Benfica por 65 milhões de libras (aproximadamente R$470 milhões). 

Arte: André Martins

Com 23 anos, Dias teve a segunda melhor porcentagem de duelos ganhos na própria área (69,44%) e uma boa porcentagem de acerto de passe (90,69%) e de lançamentos (50,55%), algo extremamente importante para o esquema de Guardiola. O City monta uma zaga jovem e promissora, mas com jogadores que ainda não se consolidaram.

Uma segunda chance para Paquetá

Quando eu e meus amigos vimos Lucas Paquetá atuar ao vivo pela primeira vez diretamente da Arena Barueri, em uma partida da Copa São Paulo, já tínhamos noção de que o meia tinha futuro. Mas aparentemente esse futuro não era no Milan, onde ficou por uma temporada e meia e disputou 44 partidas, com apenas um gol marcado.

Arte: André Martins

O destino de Paquetá agora é o Lyon, que desembolsou 20 milhões de euros (R$132 milhões) pelo meia. O clube francês tem se mostrado um grande centro formador de atletas nos últimos anos e pode ser o lugar ideal para que a cria da base do Flamengo volte a atuar no nível que o levou à seleção brasileira.

A sombra brasileira para Harry Kane

Para fechar as transferências desta semana, temos mais um brasileiro, este muito menos conhecido que o anterior. Carlos Vinícius saiu da base do Santos, de onde foi para Portugal e depois para a Napoli. Depois de dois empréstimos ao Rio Ave e ao Mônaco, o atacante foi comprado pelo Benfica, e fez o investimento do clube lusitano valer à pena: foi o artilheiro da Liga NOS com 18 gols ao lado de Pizzi e Taremi, superando por 5 seu número de gols esperados (12.99).

Vinícius chega ao clube londrino em um empréstimo de uma temporada no valor de 3 milhões de euros (aproximadamente R$20 milhões), com opção de compra por 45 milhões de euros (aproximadamente R$300 milhões). Desde a chegada de Jorge Jesus aos encarnados, o artilheiro perdeu espaço. Melhor para Mourinho, que agora tem opções de ataque sobrando com Kane, Son, Bale, Lucas, Bergwijn e Vinícius.

Arte: André Martins

Autor: Intervalo em 5

Uma nova plataforma esportiva desenvolvida por 5 estudantes de jornalismo na Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo. Outros ângulos do esporte.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s