Dicas de NFL Fantasy #2: aproveite a oferta de Running Backs

Não deixe Malcolm Brown, Nyheim Hines, James Robinson e Benny Snell livres na sua liga

A primeira semana da NFL já se foi – e com ela boa parte de nossas convicções. Washington ganhou, Minshew Mania voltou e eu, que acreditava ter feito meu pior draft, fiz 190 pontos na primeira rodada. E cá estou para falar de Fantasy. 

Toda semana, o Intervalo em 5 traz dicas para você que quer agregar valor ao seu roster e saber quem escalar. Para cada posição, sugestões de elite, palpitões da 2ª prateleira e até apostas ousadas.

Quarterback

Dak Prescott (DAL): O Dallas Cowboys tem um confronto muito favorável para seu ataque nesta semana. Os Falcons cederam 4 TDs e 322 jardas aéreas para Russell Wilson, e com Amari Cooper, Michael Gallup e Cee Dee Lamb, Dak não deve ter muitas dificuldades contra uma secundária que cedeu 244 jardas aéreas por jogo em 2019 e não parece ter melhorado em 2020. Você provavelmente já deve ter o QB dos Cowboys como titular, mas esse é um lembrete para quem está em dúvidas: não deixe Dak no banco.

Kirk Cousins (MIN): Cousins não teve uma boa estreia contra os Packers, mas no garbage time fez a alegria de muita gente. Os Colts, rivais desta semana, deixaram Minshew acertar 19 dos 20 passes tentados, atingindo 173 jardas e 3 TDs. A defesa dos Vikings não foi muito melhor na última semana, e eu espero um jogo com uma pontuação alta. Cousins está livre na maioria das ligas e pode ser uma opção para você que não tem um quarterback confiável nessa rodada.

Mitchell Trubisky (CHI): Não, eu não estou louco. Trubisky tem um matchup favorável contra os Giants, que foram a oitava equipe que mais cedeu pontos a QBs em 2019 e que já rendeu a Big Ben 22,06 pontos na primeira rodada. O quarterback dos Bears já foi bem contra os Lions, ao buscar a vitória após estar 17 pontos atrás e lançar para 242 jardas e 3 TDs. É uma aposta mais arriscada, mas que tem potencial.

Running Backs

Nyheim Hines (IND): As dicas de Running Back dessa semana são pensando no futuro e em jogadores livres. Com Marlon Mack fora da temporada, Hines e Taylor dividem o backfield. O rookie já foi recomendação nossa na semana passada, então agora chegou a vez de falar do outro corredor, que já anotou 27,30 pontos contra os Jaguars. Taylor deve liderar em carregadas, mas Hines deve liderar em jogadas de passe. Os Vikings cederam a sétima maior pontuação para RBs na primeira rodada, então a dupla dos Colts é uma boa opção nesta semana.

Malcolm Brown (LAR): Enquanto o rookie Cam Akers não ganha protagonismo, Malcolm Brown é o dono do backfield dos Rams. Contra Dallas, foram 110 jardas totais, com 2 TDs corridos. Com a linha ofensiva dando sinais de melhora e a brilhante mente de Sean McVay, Brown deve ser uma peça importante para o resto da temporada. Porém, contra os Eagles, terceira melhor defesa contra o jogo corrido em 2019, ele tem um duelo difícil. É uma excelente opção para a temporada, mas, nessa semana, é melhor ter mais cautela.

Benny Snell (PIT): James Conner tem problemas com lesões, e Benny Snell tem mais uma vez chance de ser o principal personagem do jogo corrido de Pittsburgh. Contra os Giants, ele teve 113 jardas corridas, número semelhante ao que Denver, próximo adversário, cedeu a Derrick Henry na Semana 1 (116). Snell não deve ser envolvido no jogo aéreo, o que o torna dependente de touchdowns, mas é uma boa opção de flex para essa rodada (e para o resto da temporada, se Conner não conseguir se manter saudável).

Bônus: James Robinson (JAC):. James Robinson, assim como o Jacksonville Jaguars, surpreendeu a todos na primeira semana. O rookie não-draftado de Illinois State foi o único RB da equipe a correr com a bola, com 16 carregadas para 62 jardas e uma recepção de 29 jardas. Não deve ser muito utilizado no ataque aéreo, mas no chão é o RB1 e é uma boa opção para flex contra os Titans, estando disponível em mais da metade das ligas.

Wide Receiver

Allen Robinson (CHI): Uma coisa que tem de ser dita aqui: Allen Robinson é um dos melhores recebedores da liga, mas não teve QBs à altura (Blake Bortles e Mitchell Trubisky). Contra os Giants, ele tem um confronto bem favorável, contra uma defesa que cedeu o segundo maior número de pontos para recebedores em 2019 e que, contra os Steelers, já cedeu a quarta maior pontuação na primeira semana de 2020. Em busca de um novo contrato, Trubisky deve olhar com mais carinho para seu principal alvo, e você não pode deixá-lo de fora do seu time nessa rodada.

Cooper Kupp (LAR): Talvez eu esteja exagerando um pouco com os Rams, mas Cooper Kupp não deve ser dúvida na sua escalação para essa rodada. Os Eagles estiveram entre os 10 times que mais cederam pontos para WRs em 2019, e o recebedor dos Rams deve ter boas oportunidades de ganhar pontos saindo do slot. Robert Woods, o outro grande recebedor da equipe, deverá ter um duelo mais difícil contra o experiente Darius Slay, abrindo caminho para Kupp ser mais visado do que na primeira partida (5 alvos, 4 recepções e 40 jardas).

Allen Lazard (GBA): Lazard é um bom nome para quem está precisando de mais opções de recebedores. Desde a temporada passada, tem se estabelecido como segundo recebedor confiável ao lado de Davante Adams. Contra os Vikings, foram 4 recepções para 63 jardas e um touchdown, além de 19 jardas terrestres. Nesta semana, tem um matchup muito bom contra o Detroit Lions, equipe que cedeu a quinta maior pontuação para recebedores na semana de abertura, sendo uma boa opção como terceiro WR. 

Tight End

Dallas Goedert (PHI): Goedert é outro jogador que está entre os mais adicionados dos waivers nesta semana, e não é à toa. Ele foi o TE com a maior pontuação na primeira semana e o alvo primário de Carson Wentz na derrota para Washington, com 8 recepções para 101 jardas e um touchdown. Os Eagles têm um problema crônico de recebedores, e Zach Ertz e Dallas Goedert são os mais confiáveis. Ainda que não tenha tanta estrela quanto seu companheiro, o tight end deve ser um foco deste ataque pelo resto da temporada, inclusive na próxima partida contra os Rams.

Hunter Henry (LAC): Apesar de ter Tyrod Taylor como quarterback, Henry já mostrou sua eficiência na primeira rodada, anotando 12,30 pontos. Ele tem um confronto bem favorável nesta semana contra os Chiefs, que foram a equipe que mais cedeu pontos para tight ends em 2019, sendo que o jogador dos Chargers marcou mais de 14 pontos nas duas partidas da última temporada. E é de se esperar que, contra Mahomes, a equipe de Los Angeles tenha que correr atrás do placar e lançar mais a bola.

Kicker

Ryan Succop (TB): Ryan Succop tem um bom confronto nesta semana contra os Panthers, que têm uma defesa jovem e bem reformulada. Na primeira semana contra os Raiders, foram quatro pontos extras e dois field goals cedidos, e, em 2019, Carolina foi a sexta equipe com mais pontos cedidos para kickers. Succop deve estar livre em sua liga e deve se aproveitar da produção do ataque liderado por Tom Brady.

Tyler Bass (BUF): O rookie dos Bills não teve uma estreia perfeita contra os Jets, convertendo 2 de 4 field goals (um deles sendo inexplicavelmente marcado como fora pelos juízes após passar entre as traves) e acertando seus três XP. Apesar de ter se mostrado um pouco nervoso, Bass tem um excelente matchup nesta semana contra os Dolphins, equipe que disparadamente mais cedeu pontos a kickers em 2019. Josh Allen tem um excelente histórico contra a equipe de Miami, e a tendência é que isso continue na semana 2. 

Defesa

Chiefs: Os Chiefs foram a segunda equipe com maior número de sacks na primeira semana (4) e enfrentam uma linha ofensiva que tem tido problemas. Além disso, os Chargers foram a nona equipe que mais cedeu pontos para defesas em 2019. Se Patrick Mahomes e o ataque dos Chiefs funcionarem normalmente, a equipe de Andy Reid deve forçar os Chargers a passar mais a bola, obrigando Tyrod Taylor a lançamentos mais arriscados – e, quem sabe, conseguir alguns turnovers. 

Washington: Se me falassem há uma semana que eu estaria aqui recomendando jogadores dos Jaguars e de Washington, eu não acreditaria. Mas a defesa do Football Team destruiu a linha ofensiva dos Eagles, conquistando 8 sacks e 3 turnovers. O confronto contra os Cardinals não é dos mais favoráveis, mas até aí Philadelphia tampouco. Se você não quiser se arriscar ainda tudo bem, mas saiba que alguém na sua liga em breve irá.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s