Super Bowl LIV: cinco duelos cruciais

Chiefs e 49ers se enfrentam neste domingo e o Intervalo em 5 traz confrontos cruciais da partida

A temporada regular e os playoffs passaram voando e já chegamos mais uma vez ao principal evento esportivo estadunidense. O Kansas City Chiefs enfrenta o San Francisco 49ers neste domingo (02), e o Intervalo em 5 traz cinco duelos em campo que podem decidir quem vai ganhar o Super Bowl LIV.

Richard Sherman x Tyreek Hill

Em sua segunda temporada no San Francisco 49ers, o cornerback Richard Sherman mostrou que ainda é um dos melhores jogadores da liga. Nesta temporada, quarterbacks adversários lançaram 57 passes para recebedores marcados por Sherman. Foram apenas 29 recepções permitidas para 272 jardas e um touchdown, além de três interceptações, resultando em um rating médio de 48.3 dos quarterbacks adversários.

São números excepcionais, mas é importante lembrar que ele sempre se alinha do lado direito da defesa, independentemente do recebedor. Curiosamente, é por ali que costuma jogar um dos jogadores mais perigosos dos Chiefs: o wide receiver Tyreek Hill. Apesar de jogar dos dois lados do campo, foi saindo pela direita (inclusive do slot) que Hill conseguiu cinco dos seus sete touchdowns.

São dois grandes nomes, que devem ser protagonistas do Superbowl e vão se encontrar em vários momentos do jogo. Resta saber se vai ser o experiente Sherman, ex-integrante da Legion of Boom e que já jogou esta a grande decisão duas vezes, ou o veloz Tyreek Hill quem vai se sobressair no domingo.

Mostert e Breida contra a defesa corrida dos Chiefs

Com Tevin Coleman questionável para a partida, Raheem Mostert e Matt Breida devem ser os responsáveis por carregar o jogo terrestre de San Francisco. Na final de conferência contra os Packers, Mostert teve 220 jardas terrestres e quatro touchdowns em 29 carregadas, batendo diversos recordes da liga. Ainda assim, ele deve dividir snaps com Breida, e quem estiver jogando melhor ganhará mais oportunidades, como foi ao longo da temporada.

Contra os Packers, o jogo corrido foi tão eficiente que Jimmy Garoppolo passou a bola apenas oito vezes durante a partida. E não há motivos para duvidar que o plano de jogo irá mudar. Os 49ers foram o segundo melhor ataque terrestre da liga, atrás apenas do Baltimore Ravens, e esta deverá ser a principal preocupação da defesa dos Chiefs, que foi a oitava pior da liga em jardas cedidas para o jogo corrido.

Além disso, os 49ers utilizam muito o esquema de corrida com bloqueios em zona. Os Chiefs foram o segundo pior time contra este tipo de jogada. Ainda assim, há motivos para acreditar que a defesa de Kansas não sofrerá tanto. Os números vêm melhorando nos últimos jogos, e é importante lembrar que os Chiefs limitaram Derrick Henry a apenas 69 jardas na final de conferência.

Bosa e companhia x Linha Ofensiva dos Chiefs

A linha defensiva dos 49ers é assustadora. Dee Ford, Nick Bosa, Arik Armstead e DeForest Buckner são excelentes jogadores e provaram isso no começo da temporada: foram 44 sacks em 11 jogos. O problema é que, nos últimos cinco jogos, os 49ers só conseguiram cinco sacks. Isso se deve em parte à lesão de Dee Ford na semana 11, já que nos playoffs o time voltou a colocar os quarterbacks adversários no chão.

A questão é que a linha ofensiva dos Chiefs (4ª melhor em proteção de passe de acordo com o Football Outsiders) deve ter bastante trabalho, e teremos um duelo interessante entre o right-tackle Mitchell Schwartz e a dupla Bosa e Ford.

Os Chiefs ainda têm outro fator importante neste duelo: a mobilidade de Mahomes. Contra o Tennessee Titans, as corridas improvisadas do quarterback foram fundamentais para a vitória de Kansas: foram oito scramblescorridas para 53 jardas e um touchdown. Os 49ers não foram bem contra QBs com maior mobilidade: Kyler Murray, Russel Wilson e Lamar Jackson tiveram um quarterback rating combinado de 71, enquanto os outros quarterbacks menos móveis tiveram um rating combinado de 28. Mahomes pode ter a combinação perfeita de habilidade atlética e precisão de passe para derrotar a forte defesa dos 49ers.

Duelo de Tight ends

Este é o único duelo desta lista que não vai acontecer em campo (a não ser que algo muito maluco aconteça no Super Bowl). Travis Kelce (Chiefs) e George Kittle (49ers) são dois dos melhores tight ends da liga e podem acabar fazendo a diferença no jogo de domingo.

Kittle é com certeza a melhor arma do ataque aéreo de San Francisco, além de um excelente bloqueador para o jogo corrido. Com muita explosão e força física, é o alvo favorito de Jimmy Garoppolo: foram 85 recepções em 107 passes para 1053 jardas (terceiro melhor da liga) e 5 touchdowns. 

O jogo contra o New Orleans Saints, na temporada regular, simbolizou a importância do jogador. Em uma 4ª descida para 2 jardas, com 39 segundos no relógio e um ponto a menos no placar, Kittle recebeu a bola e correu 39 jardas até que três defensores finalmente conseguiram pará-lo. A jogada ainda rendeu uma falta que deu mais 15 jardas e garantiu a vitória para os 49ers.

Do outro lado, Travis Kelce também foi a principal arma do ataque aéreo dos Chiefs, principalmente devido a uma lesão de Tyreek Hill. Ele liderou a liga em jardas aéreas na sua posição, com 1.226. Outro fator importante é que ele tem bons números quando se alinha no lado esquerdo do ataque (segundo maior número de recepções quando isolado na esquerda), e portanto deve ficar longe de Richard Sherman. 

Mahomes x secundária dos 49ers

De acordo com os rankings DVOA, este é o grande confronto da partida. O ataque aéreo de Kansas é o segundo melhor da liga e a defesa aérea dos 49ers também ocupa essa posição. É este duelo, envolvendo diversos personagens das duas equipes já mencionados aqui (Sherman, Hill, Kelce), que provavelmente decidirá o jogo.

Se o ataque dos Chiefs, muito baseado nos passes e scrambles de Patrick Mahomes, abrir uma vantagem grande, os 49ers terão que sair da sua zona de conforto e arremessar mais a bola. E existem alguns dados que são um pouco preocupantes para o torcedor de San Francisco. A primeira é que os 49ers defendem muito em Cover 3, e os Chiefs são o melhor time da liga contra essa formação.

Por outro lado, a defesa do time da Califórnia é a melhor da liga contra big plays, algo que Mahomes teve muito sucesso em seus dois primeiros anos na liga. Nesta última temporada, o MVP teve o segundo melhor ranking em passes para mais de vinte jardas, enquanto os 49ers foram os melhores em números de passes cedidos. Será um duelo muito interessante entre o potente braço de Patrick Mahomes e a velocidade de seus recebedores contra a boa secundária de San Francisco.

Menção honrosa ao duelo de técnicos:

A partida de futebol americano é muito mais do que acontece em campo. Grande parte das jogadas são chamadas pelos técnicos, e este também pode ser um duelo decisivo para a partida. Tanto Andy Reid (Chiefs) como Kyle Shanahan (49ers) são grandes mentes ofensivas, e pode ser que a ousadia e criatividade deles acabe decidindo o Super Bowl.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s